Empresas e agências que estão movendo suas ações para o meio digital precisam compreender que é necessário mudar seus conceitos mais tradicionais de marketing. Para o marketing digital há muito mais do que uma campanha de um produto ou marca. Ele trata principalmente de um compromisso de longo prazo, da construção de uma relação recíproca de confiança e troca de informações com seus consumidores e redes nas quais estão presentes. Invariavelmente, isso demanda investimento de tempo e dinheiro.

Como se faz isso? Através de estratégias e ferramentas que já estão consolidadas nesse ambiente. Basicamente podemos enumerar 8 ferramentas de Marketing Digital, que se resumem em duas ações: exposição e relacionamento.

1.1 E-mail marketing

Para as empresas, aos antigos canais de feedback – telefone e pesquisas – acrescentam-se hoje o e-mail e as mídias sociais. O e-mail marketing deve fazer parte das estratégias de Marketing Digital, pois oferece amplas possibilidades de contato direto com o público consumidor.

1.2 Banners de publicidade online

Uma das primeiras formas de publicidade na internet a sugir foi o banner e atualmente ele é uma peça dentro de uma estratégia mais ampla de presença digital. Ele pode ser utilizado para fortalecer o nome da marca ou para realizar vendas e promoções diretas. Mas seu objetivo principal continua sendo atrair a atenção para que, quando clicado, o internauta seja redirecionado para o site do anunciante.

1.3 Marketing viral

O termo viral na internet relaciona-se à velocidade de propagação da informação. O marketing viral é uma ação estratégica que visa criar rumor na internet acerca de um serviço, produto ou marca, utilizando uma abordagem curiosa, divertida ou impactante. A ideia é que as pessoas se envolvam e propaguem o conteúdo através de sites, blogs e redes sociais e atinja o máximo de usuários da web possível.

Ter um viral em mãos é um trunfo, mas infelizmente eles não caem do céu. Uma forma bastante utilizada de marketing viral é a absorção de vídeos ou imagens que já são virais por si só em função de uma marca/serviço. O cuidado que se deve ter aqui é a dosagem, já que um viral é tão impactante que pode se tornar maçante se usado repetidas vezes.

1.4 Marketing de relacionamento

É todo o relacionamento que se cria, sustenta e evolui com o público. O processo de condução do consumidor que vai desde os primeiros contatos até o pós-venda. A comunicação interativa das mídias sociais é um exemplo de como é possível construir esse relacionamento.
Na internet, pessoas estão se relacionando, trocando ideias e informações a todo o momento. Não se pode simplesmente torná-la um canal de publicidade/venda direta. É preciso desenvolver ações envolventes, que conquistem seu consumidor, muito porque ele é bastante disputado. É preciso se fazer presente na vida dele.

1.5 Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo pode tomar diversas formas. Publicações em blogs, mídias sociais e sites; podcasts, videocasts, webinars… É grande o número de possibilidades. Contudo, apesar das diferenças, é no propósito que é encontrada a unidade: apresentar valores e conhecimentos que demonstrem ao público sua autoridade diante dos assuntos relacionados àquilo que a empresa oferece e/ou prega.

É uma forte ferramenta para consolidar a marca e conquistar a confiança do público. É, atualmente, uma das subdivisões do marketing que mais cresce por também influenciar no ranking de procura em sites de buscas.

Há estudos, como o realizado pela agência norte-americana Chitika, que demonstra que os três primeiros resultados do Google são os mais interessantes e que 91,5% dos internautas não passam para a segunda página de busca. Um bom Marketing de Conteúdo age em prol de uma melhor indexação do seu site de forma orgânica nesses mecanismos de busca através de suas palavras-chave que, por sua vez, geram relevância diante dos termos de pesquisa utilizados pelo usuário.

1.6 Pesquisa online

Através de diversos tipos de questionários personalizados é possível obter dados específicos do público consumidor que, traduzidos posteriormente em gráficos e planilhas, darão uma visão precisa sobre preferências e tendências de consumo. Além disso, com uma pesquisa bem feita, é possível entender os concorrentes da empresa e a realidade do mercado a ser explorado, dando um embasamento e mapeamento mais concreto ao empreendedor.

Existem diversos sites especializados em pesquisas online, tanto gratuitos como em versões pagas. Alguns deles oferecem a opção de cruzamento de dados, o que resultará em ainda mais informações sobre o segmento ou consumidor.

1.7 Monitoramento

Como o próprio nome sugere, quando falamos em Monitoramento, falamos no acompanhamento de todas as ações de marketing digital e suas repercussões. Há softwares que facilitam essa tarefa e ainda a tornam mais estratégica, oferecendo relatórios e estatísticas acerca de possíveis menções à sua marca em diversas redes e canais.

Estabelecer uma estratégia de monitoramento é crucial para que você saiba como sua marca tem sido percebida por parte do público digital. Sendo a internet extremamente dinâmica, pautada no compartilhamento rápido de informações, é preciso estar atento a isso diariamente, pois o bom momento vivido hoje pode se tornar o oposto amanhã.

1.8 Métricas

Também conhecidas por Web Analytics, chamamos de métricas tudo que está relacionado à mensuração de dados e informações na internet. Pensando no site da sua empresa, por exemplo, as métricas apontariam o número de acessos, tempo médio de cada visita, quantas visualizações cada seção recebe, quantos são os visitantes únicos, como esses visitantes chegaram ao seu site… A lista é grande e o mesmo se aplica às mídias sociais.

Para lojas virtuais, em especial, é imprescindível que haja esse acompanhamento, pois é um método muito mais prático para que conversões sejam mapeadas, Algo que é essencial para suas finanças.

Há diferentes softwares que cumprem essa função. O mais famoso deles é o Google Analytics, que é também gratuito e pode ser integrado à maior rede de publicidade online do mundo, o Google AdWords.

Pin It on Pinterest

Share This